Ir para o conteúdo
Assinatura eletrónica
Destaques da 4.ª reunião do Conselho de Associação UE-Ucrânia

Principais resultados

O Conselho de Associação entre a UE e a Ucrânia realizou a sua 4.ª reunião em 8 de dezembro de 2017.

Reunimo-nos pela primeira vez desde a entrada em vigor do nosso Acordo de Associação e da isenção de visto concedida aos ucranianos para viajarem para a UE. Estas duas realizações mostram que, ao trabalharmos em estreita colaboração, podemos alcançar resultados verdadeiramente tangíveis e positivos para os nossos cidadãos.

Federica Mogherini, Alta Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança

Na sequência do Conselho de Associação, foi emitida uma declaração conjunta da Alta Representante da UE, Federica Mogherini, e do Primeiro Ministro da Ucrânia, Volodymyr Groysman.

O Conselho examinou a situação das relações bilaterais UE-Ucrânia e fez o balanço dos progressos realizados na aplicação do Acordo de Associação UE-Ucrânia.

O Conselho examinou o processo de reformas na Ucrânia, no âmbito do diálogo político e da cooperação, e debateu a luta contra a corrupção, bem como as reformas da justiça.

O Conselho debruçou-se sobre a situação económica e a cooperação da UE com a Ucrânia, e examinou as reformas numa série de domínios, designadamente as finanças, a energia, a saúde e a educação.

O Conselho debateu o comércio bilateral e a aplicação da Zona de Comércio Livre Abrangente e Aprofundado (ZCLAA).

Além disso, a Alta Representante da UE, Federica Mogherini, e o Primeiro Ministro da Ucrânia, Volodymyr Groysman, debateram a situação no leste da Ucrânia e na Crimeia e Sebastopol, ilegalmente anexadas, bem como questões regionais.

À margem do Conselho de Associação, assistiram à assinatura de:

- um acordo de financiamento a favor do programa de apoio da UE ao leste da Ucrânia, uma contribuição de 50 milhões de euros para reforçar a governação local, a recuperação económica, a segurança da comunidade e a coesão social nas zonas controladas pelo governo das regiões de Donetsk e Luhansk;

- um acordo de financiamento destinado a facilitar a participação da Ucrânia na estratégia da UE para a região do Danúbio e a permitir a plena integração no programa transnacional do Danúbio para promover o crescimento económico sustentável e a cooperação na bacia do Danúbio